134ª Garraiada Académica de Lisboa


O primeiro registo de realização numa praça de toiros, da Garraiada Académica, remonta ao ano de 1875, ainda na antiga praça do Campo Santana, sobre a coordenação do Instituto Agrícola, actual Instituto Superior de Agronomia (ISA).

Em 1892, após a inauguração da praça de toiros do Campo Pequeno, umas das suas primeiras actividades taurinas, foi a Garraiada Académica de Lisboa, desta feita organizada pela Federação Académica de Lisboa, actual Associação Académica de Lisboa (AAL) então já considerada como a cúpula das Associações de Estudantes de Lisboa.

Desde sempre, que os estudantes da capital se identificaram e participaram nesta importante celebração da Semana Académica de Lisboa (SAL), existindo apenas por motivos de obras na Praça, uma interrupção deste evento histórico, durante 6 anos (2000-2006). As Garraiadas Académicas têm sido para além de uma divertida celebração de estudantes, uma importante montra de futuras figuras do toureio nacional.

Em 2007, ressurge um dos mais históricos eventos académicos da capital. Numa iniciativa conjunta entre a Associação Académica de Lisboa e a Associação Académica da Universidade Lusíada (AAUL) que contou com a participação de mais de 2800 pessoas e um convívio inigualável. Foi um evento marcado pela boa disposição dos aficionados e pelo reviver de memórias doutras garraiadas. Dos 6 aos 90 anos, todos se divertiram e marcaram o renascimento das Garraiadas na Campo Pequeno.

No ano de 2008, a Garraiada Académica, conhece duas edições:

A 30 de Abril, nas comemorações da SAL, realizou-se a Garraiada Académica de Lisboa 2008, desta feita com uma maior abrangência das Instituições de Ensino Superior, num formato de 5 cavaleiros e 5 grupos de forcados, oriundos da Universidade Lusíada de Lisboa, da Universidade Católica (Faculdade de Economia e Direito), Universidade Nova (Faculdade de Economia e ISEGI), Escola Superior de Saúde Egas Moniz e como não poderia deixar de ser, pelo Instituto Superior de Agronomia. Com uma lotação de cerca de 4000 pessoas, a festa terminou num Arraial Académico de cariz popular, possibilitando aos estudantes pisar a arena da praça.

A segunda edição, surge a 17 de Outubro, pela Garraiada Académica do Caloiro, celebrando a chegada dos novos alunos ao Ensino Superior. O formato mantém-se: 5 cavaleiros e 5 grupos de forcados, que enchem as bancadas da Praça de Toiros da Capital, desta feita, são repetentes as Associações da Universidade Lusíada, da Universidade Católica, da Escola de Saúde Egas Moniz e do Instituto Superior de Agronomia, estreando-se a Universidade Autónoma nesta grande festa Universitária.

No ano de 2009, a Garraiada Académica de Lisboa, retoma o seu lugar de destaque nas celebrações académicas da capital lisboeta.

Dia 27 de Maio, a Praça de toiros do Campo Pequeno, abre as suas portas aos estudantes pelo 134º ano, sempre com o mesmo espírito académico e de tradição, mas sem deixar de surpreender e divertir, contando esta edição com uma selecção de forcadas femininas, entre outras surpresas.

4 comentários:

Manuel Peralta Godinho e Cunha disse...

Um belo regsito histórico.
Excelente!

文章 disse...

avdvd,色情遊戲,情色貼圖,女優,偷拍,情色視訊,愛情小說,85cc成人片,成人貼圖站,成人論壇,080聊天室,免費a片,視訊美女,視訊做愛,免費視訊,伊莉討論區,sogo論壇,台灣論壇,plus論壇,維克斯論壇,情色論壇,性感影片,正妹,走光,色遊戲,情色自拍,kk俱樂部,好玩遊戲,免費遊戲,貼圖區,好玩遊戲區,中部人聊天室,情色視訊聊天室,聊天室ut,成人遊戲,免費成人影片,成人光碟,情色遊戲,情色a片,情色網,性愛自拍,美女寫真,亂倫,戀愛ING,免費視訊聊天,視訊聊天,成人短片,美女交友,美女遊戲,18禁,三級片,自拍,後宮電影院,85cc,免費影片,線上遊戲,色情遊戲,日本a片,AV女優

Tiago Couto disse...

Também tem um filme preferido?

Venha partilha-lo conosco em:

http://palavrasdechocolate.blogspot.com/2011/04/um-filme-que-me-marcou.html

Caboclo disse...

Temos direito de inflingir dôr propositadamente ?
Quem nos deu esse direito ? Foi Deus ?

Vamos falar de Dôr ? Um cachorro pode sentir extrema dôr ? Ele transmite bem essa sensação ? ele gane muito alto ? grita muito ?
E um boi ?se ele não grita é porque não sente dôr ?
É necessário provar cientificamente que o boi sente extrema dôr quando é arpoado ?
E continua-se essa atividade de tortura só porque ele não grita lancinantemente ?

Temos direito de torturar animais por prazer ?
Quem nos deu esse direito ? Foi Deus ?

A antiguidade de uma prática não lhe confere legitimidade automaticamente .
Em Africa é tradição em algumas tribos cortar clitoris de meninas ..isso só pq é tradição é legitimo ?
Em alguns países arabes é tradição matar à pedrada mulheres adulteras ..só porque é tradição é legitimo ?

Eu tive alguns contactos de 3º grau com aficionados da tourada ..e constatei que são hiperviolentos ..nos proximos não irei só ..irei acompanhado por gente que vai fazer parecer os toureiros e os mandantes e os forcados ..e os aficionados ..donzelas mijonas .Qd vcs virem chegar perto homens de orelhas todas amassadas ..fiquem espertos ..porque vai pancar.

Eu conheci vc no blog desmitos ..vc lá argumentava que era necessário pegar em armas para parar com o saque no país.Concordei .
Mas na politica temos que ser coerentes .Não podemos dizer que somos ambientalistas e promover dôr ! gratuitamente ..ou pior ainda ganhando dinheiro com DÔR !!

Por curiosidade fui ver o seu blog e miséria ..um aficionado dos graudos.

Nunca consegui compreender como vcs não acreditam na dôr . Nunca devem ter-se cortado ..entalado um dedo numa porta ..
Talvez vcs devessem espetar uma agulha de croché na mão e abaná-la violentamente durante uns 20 minutos ..iam-se borrar todos de dôr ..iam desmaiar de tanta dôr !

Dôr ? O que é dôr ?

A tourada é vil e vil é quem apoia semelhante covardia!Infligir dôr ..extrema dôr num animal inocente e tão nobre .Que crueldade sem limites ! Isso é medieval ..é romano do tempo das gladiadores ..
Sangue por todo o lado ..dôr lancinante ..que prazer mórbido é esse ?